segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Como reconquistar seu ex-namorado.

Entrei em semana de provas finais e isso é ainda mais triste do que vocês imaginam, então precisei de uma leitura para relaxar... E aqui vai a resenha. :D

Giovanna não se entende com as amigas de seu namorado, Jesse.
Ele é da turma dos populares, portanto tem suas amigas também populares, enquanto Giovanna faz parte dos excluídos.
Mas os dois estão namorando e, exceto as garotas chatas, tudo está perfeito.
E tudo isso vai para o ralo quando Dante, o irmão gêmeo de Giovanna, decide se candidatar à presidente do grêmio estudantil, concorrendo com Wilson, o melhor amigo de Jesse.
Não demora muito para que Giovanna escolha um lado (o de Dante, claro) e Jesse, outro (o de Wilson).
O caos está formado, a disputa foi iniciada e o namoro, terminado.
Mas, independente do resultado da eleição, Giovanna quer mesmo é seu namorado de volta... E agora vai ter que batalhar para isso, nem que seja declarando guerra contra a escola inteira e passando por situações absurdas!



Antes de mais nada, este não é um livro de autoajuda. O título pode dar esta impressão, mas o conteúdo passa longe de ser do gênero. Ele é mais como um filme de comédia romântica. Não faltam cenas fofas e delicadas, mas as trapalhadas são dignas de produções cinematográficas e eu realmente me contorci de rir com Giovanna. A menina passa por cada situação! Chega a dar dó e vontade de tirá-la do livro, escondê-la e só a devolver depois de todo mundo ter esquecido o que aconteceu.

A narrativa é feita em primeira pessoa pela própria Giovanna, que é uma adolescente doce, divertida, revoltada e dramática como qualquer outra, mas possui um detalhe muito especial que faz toda a diferença: ela é fiel ao seu irmão, Dante. Mesmo sabendo que as chances dele ganhar a eleição são poucas e perdendo a paciência com ele em alguns momentos, ela não poupa esforços para ajudá-lo. Claro que isso a força a falar e fazer coisas equivalentes ao suicídio social, mas nem isso a impede de fazer o que acha certo e que vai ajudar seu irmão.

Só que o foco maior do livro não é a fidelidade da protagonista ao irmão e sim a batalha que ela trava para ter seu namorado de volta, e neste aspecto a autora também não pecou. Giovanna está decidida a reconquista-lo e desistir não é uma opção. Agora imaginem o tamanho da confusão que uma adolescente apaixonada é capaz de fazer nessa situação... Ela provavelmente fez uma ainda maior do que a que vocês imaginaram. E não, ela não saiu por aí seguindo o cara ou se jogando em cima dele. Ela não é óbvia ou clichê assim. Mas também não vou contar o que aconteceu, claro. :p Agora vocês me perguntam: "E esse menino vale a pena?" Olha... Ele vale. ♥ Jesse é um amor de menino. Ele é inteligente, divertido, estiloso e sempre tem ótimas respostas, além dos olhos capazes de fazer o tempo parecer parar! Giovanna e Jesse formam um casal e tanto e foi impossível não torcer para que eles ficassem juntos.

A leitura foi uma delícia, totalmente despretensiosa, envolvente e apaixonante. Me diverti horrores com Giovanna metendo os pés pelas mãos, agindo sem pensar ou pensando demais (os pensamentos dela são os melhores!) e nem percebi que as páginas estavam sendo viradas. Só notei quando o livro acabou e eu fiquei com aquele gostinho de quero mais...  E acho quem gosta de livros adolescentes assim provavelmente vai cair de amores por este também... *-* Nunca tinha lido nada da autora, porém este primeiro contato não podia ter sido melhor. O livro entrou direto para minha lista de favoritos e agora preciso que os outros livros dela sejam traduzidos. Caso contrário vou aprender inglês e comprar os livros em inglês mesmo! :x

PS: A capa do livro é um show mesmo quando vista pela internet, mas ao vivo ela é ainda mais maravilhosa. Realmente parece que esses fones estão caindo e passei muita vergonha tentando pegá-los para colocar de volta no bolso da própria capa...haha #doida


Muitas vezes você passa a vida achando que tem amigos e que as pessoas gostam de você. Suposições como essas nunca devem ser colocadas em xeque. (Pág 114).

História: 5/5.
Narrativa: 5/5.